quarta-feira, 18 de junho de 2014

Afinal qual o verdadeiro significado da palavra "picuinha"?

Me visto de sábio as vezes e tento entender o lado do ser humano que mais se aproveita, se é o que ele tem de inteligência e malícia ou se é o que ele tem de sentimento e delicadeza. Confesso que esta sabedoria por mais que eu tente ainda não tenho, mas "cá" fico pensando o que leva as pessoas a tantas "picuinhas"?
Segundo dicionário "PICUINHA" nada mais é que provocação, pirraça, baixaria, indireta, insignificâncias, piadas e por ai se vai uma série de palavras que definem uma única conclusão do meu pensar...Picuinhas é uma fraqueza de quem não sabe o que é ter caráter, personalidade, amor próprio, sensatez e amor ao próximo.
Tal conduta procede de corações indignados que mal sabem resolver a própria vida e tentam de algum jeito resolver a do outro da forma mais desonesta possível. Particularmente sou meio que temeroso com certos tipos de comportamentos, tento ter paz como todos, mas recuo quando a situação exige cuidados. Resolver qualquer insatisfação ou divergência no grito é o mesmo que fazer com que o outro perceba seu fracasso, sua falta de disposição, sua insegurança, suas incertezas, sua derrota mediante ao que vem contra você.
Sempre digo e repito não tenho tempo para coisas insignificantes, disse me disse , fofocas, cobranças, amizades sufocantes, pois a vida já me exige tanto que me dou ao luxo de ser quem sou sem me prender a insatisfações absurdas de pessoas que não estão preparadas pra viver a vida do jeitinho que ela é.
Gosto do que me deixa livre, gosto de gente que tem transparência na alma, no coração, gosto de gente honesta consigo mesmo e com os outros . É isto que torna uma convivência saudável em meio a tantos dissabores da vida. Quero sempre do meu lado pessoas que tenham uma visão diferente da vida e que por mais que os nossos pensamentos sejam divergentes, que os nossos sentimentos tenham uma mesma direção. Pois é isto que torna a vida da gente interessante..... Que sejamos paz no coração do outro, que saibamos o que é bom pra gente e pro outro, e que as picuinhas sejam ignoradas por tamanha insignificância que tem... Que sejamos canal de amor e não de contendas. Assim tão bem se referiu a sabia Cecília Sfalsin em alguns de seus textos.

# Compartilhar :

Tecnologia do Blogger.